segunda-feira, 13 de abril de 2015

Punheta adulta

Comecei a me masturbar só com a mão agora, aos 26 anos. Até então tinha um companheiro dildo primeiro o alemão rosinha e depois o brasileiro cyborgue...

Aos 16 comecei esse blog pra dizer ao mundo meus causos eróticos, mas jamais sozinha.

Porque todo começo é com o outro. É uma cantada, uma troca, um singelo, um cheiro, um encontro potência,

Começo de escrita também que sozinha que graça teria?

Depois comecei a descobrir as mulheres: oficinas de masturbação, Ju, Fabi, Paul e seu dildo.

Comece. E ai entre entretenhos inbox com sonhos fantasias encontros ou não, distância amorosa.

Comecei a distanciá-lo de mim e sentir prazer só.

Comecei a sentir prazer só. Eu que tanto luto por uma política coletiva dos afetos.

Comecei a sentir prazer só. Com platão que inventa personagens terceiros para criar seus proprios dialogos:


Joana que fala "depois do ópio meu corpo foi tomado por uma mão dionisíaca que empodera e seguiu até a bucetta e fez assim oh (ela me mostra), esfregando até sentir meu corpo invadir uma energia vermelha roxa lilás que me deu prazer, o ópio me libertou da carência de mundo, da carência dele, da carência. o ópio me mostrou que posso viver essa realidade - normal - sentindo um prazer instantaneo que nunca será como com ele, que só sonha, entre eu, ele e o ópio (nosso devaneio máximo), depois não parei de me masturbar".

Maria que diz: "continua, manda uma mensagem e diz pra ele que quando tinha dezesseis anos vc já escrevia sobre ele e a filosofia africana que te chupava até deixar teu botão verdadeiramente rosa"

Luciana comenta no inbox "acabei de gozar, me masturbei duas vezes, o dedo ia lancinante, e a energia que tu fala veio, invadiu, sai e fui logo te escrever, gozei meu amor, gozei"

Comecei.

Um comentário:

mayara luana dos santos disse...

Queria tanto lhe reencontrar